Investe Turismo

Cáceres sedia encontro de gestores e empresários do setor turísticos

Durante o evento, no auditório do Sebrae no município, será discutido o mapa das ações estratégicas para o turismo local. Reunião será nesta terça, 05/10, das 14 às 17h30

Banhado pelo Rio Paraguai e localizado a 219 km de Cuiabá, na região pantaneira, Cáceres é um destino turístico de pesca  consolidado que atrai gente do Brasil e de várias partes do mundo. Há 39 anos sedia o Festival Internacional de Pesca (FIPe), o maior do gênero do Brasil. No entanto, o município tem inúmeros outros atrativos.

Cáceres integra a Rota Pantanal Norte-Chapada dos Guimarães, composta ainda por Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Nobres e  Poconé, do Projeto Investe Turismo, fruto de um convênio firmado entre Sebrae, governo de Mato Grosso, Ministério do Turismo e Embratur, que busca promover o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos turísticos dos cinco municípios.

Como os demais, Cáceres vem recebendo uma série de trabalhos para transformar todo seu potencial turístico em produtos, visando incrementar a economia e o desenvolvimento do município e região. Nesta terça-feira, 05/10, haverá uma reunião com técnicos, gestores públicos e empresários do trade turístico para discutir as ações prioritárias para o turismo e elaborar projetos. Ao final, os participantes vão fazer uma avaliação dos resultados do trabalho.

André do Couto, turismólogo da prefeitura municipal de Cáceres, destaca que esse encontro tem como finalidade fortalecer a governança, trabalhando junto com o trade turístico e com os integrantes do Conselho Municipal de Turismo (Comtur). “Precisamos nos unir, sem o trade não acontece o turismo, é uma cadeia, uma corrente em que cada um empurra e fortalece o outro”, avalia, ciente de que o município tem inúmeras possibilidades, entre elas a orla, que será revitalizada, o centro histórico com suas edificações centenárias, as fazendas históricas, os passeios de barco pelo Pantanal para contemplação de fauna e flora, lagoa da água milagrosa Dolina, que tem incrementado o turismo religioso.

O empresário Luiz Henrique Lemos, proprietário da Pantanal Way e presidente do Comtur, ressalta a importância de todos se unirem. “Não adianta ter bons produtos turísticos se o destino não se desenvolve como um todo e isso só pode acontecer se houver o envolvimento de todos que integram os elos da cadeia”. O empresário se diz imbuído desse propósito há algum tempo e viu no Projeto Investe Turismo uma oportunidade de fortalecer a governança local.

O objetivo do encontro, explica a gestora do projeto no Sebrae MT, Marisbeth Gonçalves, é finalizar o mapa estratégico do turismo com as informações do diagnóstico de destinos turísticos inteligentes (DTI). “A ideia é compilar os principais gargalos evidenciados no DTI e as ações prioritárias para formar um mapa consolidado com as ações de desenvolvimento para o turismo nos próximos anos”.

Marisbeth acrescenta que, posteriormente, esse Mapa será compartilhado com a sociedade para que todos caminhem na mesma direção em prol do posicionamento estratégico de Cáceres no mercado regional e nacional.