PRÓ-PANTANAL

Técnicos do Sebrae apresentam programa em Cáceres

Evento reuniu autoridades e lideranças empresariais e da sociedade local, todos muito empenhados no sucesso das ações

Equipe do Sebrae em Mato Grosso prossegue com agenda de apresentação do Programa de apoio à recuperação do bioma Pantanal – Pró-Pantanal aos gestores públicos de sete municípios pantaneiros. Formatado e desenvolvido pelo Sebrae nos estados de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul, o programa visa a retomada da economia na região por meio de ações de apoio às micro e pequenas empresas no território.

Nesta quarta-feira, 14/07, Cáceres recebeu os técnicos do Sebrae MT, Suenia Sousa, coordenadora estadual do Programa; Fernando Holanda, Wlademir Alves Silva, Ricardo William Santiago, Júlio Henrique Prior, Cirlene Barbosa da Silva Espicasky e Driely Sena e Silva. Participaram a prefeita Eliene Liberato Silva e quase todo o secretariado municipal; o deputado Estadual Luiz Amilton Gimenez; o presidente da Câmara Municipal Domingos Oliveira; e o vice Isaias Bezerra; bem como Thiago de Lucas, presidente Associação Comercial e Empresarial de Cáceres (ACEC); e Sebastião Giraldelli, presidente do Sindicato do Comércio.

O gerente regional do Sebrae, Wlademir Alves da Silva, destaca a receptividade do Programa no município dizendo ter ficado muito evidente que as entidades sabem quais são seus papéis e responsabilidades. “Essas instituições têm claro a importância da conexão das ações do Pró-Pantanal e também a função delas para o desenvolvimento local da região”, completa.

O município, localizado a 214 Km de Cuiabá, na microrregião do Alta Pantanal, na fronteira com a Bolívia, tem uma população de 94.861 habitantes, segundo estimativa do IBGE/2020. Banhado pelas águas do rio Paraguai, o município é um importante destino de turismo de pesca esportiva, realizando anualmente o Festival Internacional de Pesca (FIP), considerado um dos maiores do mundo no gênero. O evento foi interrompido pela pandemia, que afastou os turistas de uma maneira geral e comprometeu as atividades econômicas.

Para a prefeita Eliene Liberato Silva, além de ser um cartão postal e um atrativo que recebe turistas do mundo inteiro, um santuário ecológico, o Pantanal é tudo para os cacerenses, significa a essência da economia local. “Temos uma gastronomia rica, negócios diversos, turismo, agricultura familiar e é preciso agregar valor a tudo isso, incentivando, fomentando as atividades com responsabilidade”, afirma.

Segundo ela, o programa Pró-Pantanal vem justamente para dar um equilíbrio a tudo isso, especialmente nesse momento em vivemos, em que todos os municípios vivem uma crise sem precedentes, sofrendo inúmeros impactos na economia e na vida das pessoas.

Classificando o programa como ousado, diz que vem fomentar e dar condições aos municípios do bioma pantaneiro com capacitações envolvendo sustentabilidade para nossa economia, para os pequenos negócios, isso e muito importante.

“É importante essa parceria do Sebrae com os municípios, com os empresários, essa sinergia entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o envolvimento dos sete municípios daqui com os  nove de lá porque ninguém faz nada sozinho, a gente precisa do engajamento, dos parceiros, a responsabilidade não é só do poder público, nem só do Sebrae, é de toda uma cadeia”, reforça acrescentando que as práticas exitosas servem de exemplo e é importante que essas experiências sejam compartilhadas e se tornem um sucesso nos municípios.